expr:class='data:blog.pageType'>

Pastor Sinval Ferreira É Preso por Abuso Sexual e Extorsão em Brasília

Por: Jornalista Kelven Andrade

O pastor Sinval Ferreira, 41 anos, foi preso preventivamente desde 22 de maio, acusado de violação sexual mediante fraude e extorsão. Ele está detido no Centro de Detenção Provisória (CDP), no Complexo Penitenciário da Papuda. O caso chocante veio à tona após uma operação da Polícia Civil revelar que o líder religioso utilizava sua posição para cometer abusos sexuais sob o disfarce de rituais espirituais.

O Esquema Fraudulento

Segundo as investigações conduzidas pela 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia), Sinval Ferreira simulava ser um profeta com revelações trágicas, envolvendo a morte iminente de parentes dos fiéis. Ele manipulava os devotos, afirmando que a única maneira de evitar esses infortúnios era submetendo-se a atos sexuais com ele. O pastor alegava que tais rituais eram uma forma de "unção" necessária para proteger as famílias.

Em um dos casos documentados, Sinval Ferreira chegou a engolir o sêmen de uma das vítimas, alegando que isso o curaria de problemas estomacais. O abuso geralmente ocorria na casa dos fiéis, às quartas-feiras e aos domingos, durante os cultos da igreja.

A Operação Jeremias 23

A operação que levou à prisão de Sinval Ferreira foi denominada "Jeremias 23," uma referência à passagem bíblica que adverte contra falsos profetas. A Polícia Civil revelou que o pastor usava sua influência para abusar sexualmente e extorquir os membros de sua comunidade religiosa. Além dos abusos sexuais, o líder também se aproveitava financeiramente das vítimas, exigindo dinheiro sob a falsa promessa de proteção espiritual

Relatos das Vítimas

Os depoimentos das vítimas revelam o grau de manipulação e abuso psicológico empregado por Sinval Ferreira. Uma das vítimas relatou que o pastor visitava sua casa e se trancava com ele em um quarto, onde realizava os supostos rituais de "cura". O fiel foi submetido a rezas, masturbação e sexo oral, tudo sob o pretexto de evitar a morte de seus filhos.

Próximos Passos e Julgamento

Sinval Ferreira permanece sob custódia no CDP da Papuda, onde aguarda julgamento. Ele responderá por violação sexual mediante fraude e extorsão, crimes que podem levar a penas severas, especialmente considerando o abuso de sua posição de liderança espiritual para cometer os delitos.

Postar um comentário

0 Comentários