Oficina cosmética para socioeducandas na unidade do Gama – Agência Brasília

0
47


As atividades são complementares ao projeto de horta urbana já desenvolvido na Emater

Por meio de uma parceria entre a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do DF (Emater) e a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus), internas em cumprimento de medida socioeducativa e servidoras da Unidade de Internação Feminina do Gama participaram, recentemente, de uma oficina de cosmética caseira promovida pela Gerência de Agricultura Urbana da Emater.

Ministrada pelas extensionistas em economia doméstica Sônia Alves Lemos e Ana Paula Neri Rosado, a oficina teve como objetivo ensinar as mulheres a aproveitar ingredientes da horta e da cozinha de casa para fabricar produtos que possam melhorar sua autoestima e ainda gerar renda.

Atividades foram desenvolvidas com foco no aproveitamento de recursos naturais | Foto: Divulgação/Emater

“Ensinamos as jovens a produzir itens como xampu, condicionador, ativador de cachos, máscaras para o corpo e rosto usando ingredientes como borra de café, açúcar, azeite de oliva e aveia”, explica Sônia. A ideia, conta ela, surgiu como complemento de um projeto de horta urbana que a Emater já desenvolve na unidade de internação desde o fim do ano passado.

“Juntos podemos mostrar a esses jovens que é possível seguir uma nova trajetória de vida, longe da violência e dos atos infracionais” Marcela Passamani, secretária de Justiça e Cidadania

A secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani, ressalta que a parceria com a Emater vai oferecer às adolescentes do socioeducativo a experiência com uma atividade que estimula a autoestima, a responsabilidade social, a capacitação técnica e o empreendedorismo.

“A Sejus coordena o Sistema Socioeducativo no DF, e parte do nosso trabalho é unir forças com outros órgãos e instituições para ressocialização de adolescentes”, explica a gestora. “Juntos, podemos mostrar a esses jovens que é possível seguir uma nova trajetória de vida, longe da violência e dos atos infracionais.”

Mais duas oficinas serão ministradas até o fim deste mês: ervas medicinais e aromáticas, na próxima quarta-feira (18), e saúde emocional, no dia 19. A Emater está preparando ainda um curso de plantio da horta e ervas medicinais, ainda sem data definida.

“Implantamos a horta a partir de um pedido da Secretaria de Justiça, pois a Emater fazia isso em vários pontos urbanos”, conta Sônia. “Já a oficina foi uma sugestão nossa, a partir do trabalho que já tínhamos na instituição. As meninas haviam feito recentemente um curso de maquiagem, e a Emater possui um projeto de valorização da mulher voltado para a mulher rural, mas entendemos que poderíamos contribuir se o levássemos para as internas.”

Na oficina, pôde ser explorada a multifuncionalidade de recursos naturais. Uma das máscaras que as jovens aprenderam a fazer usava como ingrediente a babosa, uma das plantas medicinais cultivadas na horta da Unidade de Internação Feminina do Gama. “Elas aprenderam a extrair o gel da babosa e, depois, a fazer a máscara”, explica a técnica.

*Com informações da Emater



Source link