Nova fábrica vai investir R$ 300 mi em Minas e gerar até 700 empregos diretos nos próximos cinco anos

0
106


Minas Gerais tem se destacado na atração de investimentos e diversificado, cada vez mais, sua economia. O Cristália, laboratório farmacêutico, farmoquímico e de Bibtecnologia de capital 100% nacional, acaba de anunciar a aquisição de mais uma planta industrial para expandir sua capacidade de produção de medicamentos.

O grupo empresarial compou imóvel no qual funcionava a fábrica de tecidos Santanense, em Montes Claros, no Norte de Minas. O espaço será reformado para produção de vários medicamentos, entre eles anestésicos e narcoanalgésicos utilizados no chamado “kit intubação” de pacientes graves de covid-19. A previsão de investimentos no local é de aproximadamente R$ 300 milhões.

“Uma das pautas prioritárias do nosso governo é a geração de empregos. O Estado precisa oferecer saúde, segurança e educação de qualidade, mas tudo isso só faz sentido com emprego, geração de renda e dignidade. A simplificação da vida de quem trabalha e o atendimento para quem quer investir no estado estão fazendo a diferença. O resultado é o montante de investimentos atraídos. Vamos intensificar ainda mais o nosso trabalho, resolvendo as questões com o máximo de agilidade. É com muita alegria que recebemos o anúncio da Cristália”, destacou o governador Romeu Zema.

Expansão

O imóvel adquirido tem cerca de 30 mil metros quadrados de área construída, em um terreno com 156 mil metros quadrados, e passará por adequações para atender às normas da indústria farmacêutica. Tanto a reforma quanto a aquisição de equipamentos demandam tempo, e a previsão é de que a unidade comece a funcionar em 2023.

O aporte se soma a outros R$ 100 milhões que estão sendo investidos pela companhia em Pouso Alegre, no Sul de Minas, em uma fábrica de medicamentos injetáveis (ampolas e frasco), já em operação.

A cidade de Montes Claros foi escolhida por conceder incentivos fiscais para a implantação de indústrias e pelo fato de o imóvel já contar com uma boa infraestrutura, acelerando as obras e adaptações necessárias para início da produção. A região também conta com mão de obra qualificada, uma vez que serão gerados cerca de 700 empregos diretos nos próximos cinco anos.

“Esta aquisição faz parte do plano de expansão do Cristália, que trabalha diariamente para atender à demanda do mercado brasileiro nos próximos anos, que tem crescido gradativamente”, destaca o presidente do Conselho Diretor e diretor-geral do Laboratório Cristália, Ricardo Pacheco.

Apoio

O suporte da Agência de Promoção de Investimento e Comércio Exterior (Indi) ao grupo Cristália teve início com a expansão das atividades da companhia em Pouso Alegre.

“O crescimento do grupo Cristália, assim como o de outras empresas do setor farmacêutico, vem a cada ano consolidando e melhorando o ambiente de negócios desse segmento. A partir do momento que temos um maior número de empresas no estado, alcançamos uma diversificação do setor”, observa o analista de Promoção de Investimentos da Agência, Sandro Aparecido Corrêa.

Com o anúncio do investimento pelo Laboratório Cristália, Montes Claros consolida-se como um novo polo da indústria farmacêutica no país.

Simplificação

O trabalho desenvolvido por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede) tem simplificado a vida dos empreendedores e agilizado novos investimentos. Os resultados de balanço dos investimentos atraídos reforçam o trabalho. Até o momento, Minas tem mais de R$ 129 bilhões em novos negócios, gerando mais de 61 mil empregos diretos.

“A chegada da Cristália no Norte de Minas é um motivo de muito orgulho para a Sede. A celeridade e o bom atendimento do Governo do Estado têm feito a diferença. Certamente, Minas Gerais é o melhor lugar para se investir”, destaca o secretário de Desenvolvimento Econômico, Fernando Passalio.





Source link