Mais mil oportunidades de capacitação profissional – Agência Brasília

0
80


Mais mil pessoas desempregadas serão capacitadas nas áreas de construção civil e jardinagem para reformar espaços públicos pelo programa Renova-DF. As inscrições para o programa podem ser feitas a partir desta quarta-feira (11) até a próxima segunda-feira (16), pelo site da Secretaria de Trabalho. Do total de vagas, 5% serão para reeducandos – que cumprem o regime semiaberto e aberto e que fazem parte do sistema prisional do Distrito Federal. A previsão para o início das aulas é a partir de 30 de agosto.

Inscrições para a segunda edição do ‘Renova DF’ começam nesta quarta-feira (11) | Foto: Divulgação/Setrab

Para participar do Renova-DF é preciso ser brasileiro nato ou naturalizado, ou estrangeiro em situação regular no país, que esteja desempregado em busca de nova qualificação e/ou requalificação na área da construção civil; maior de 18 anos; comprovar a situação de desemprego e que mora na capital.

Os alunos terão uma formação de três meses com 20 horas semanais

Os selecionados vão receber um salário mínimo e auxílio-transporte, seguro contra acidentes pessoais e certificado,  – se tiver frequência igual ou superior a 80% da carga horária e aproveitamento do curso de no mínimo 80%. “É um dos maiores programas de inclusão social e produtiva do Brasil. Os dados preliminares mostram uma economia de mais de 50% do valor que seria pago a empresas privadas para realizarem os serviços”, afirma o secretário de Trabalho, Thales Mendes.

Os alunos terão uma formação de três meses com 20 horas semanais. Eles terão aulas teóricas e práticas ministradas pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) para cursos de carpinteiro, jardineiro, eletricista, encanador, serralheiro e pedreiro. Nas aulas práticas, os estudantes farão a recuperação de quadras poliesportivas, praças, parquinhos infantis, parques, pontos de encontro comunitário, jardins, campos de futebol sintéticos.

Manutenção das cidades

Essa é a segunda edição do programa. A capacitação da primeira turma de mil alunos começou em maio deste ano. Após a finalização das aulas, os participantes continuam tendo assistência do governo local. “Vamos cadastrá-los no banco de intermediação de vagas para que eles possam participar de processos seletivos nas habilidades que aprenderam”, explica o titular da pasta.

O secretário de Governo, José Humberto, avalia a primeira etapa do Renova-DF como positiva. “Estamos tendo um resultado muito bom, tanto na qualificação quanto nas entregas à comunidade. Já passamos por duas cidades: Ceilândia e Samambaia, que são maiores e com mais equipamentos públicos. A ideia é chegar a mais seis nesta próxima formação”, adianta.

Seleção

Na primeira etapa, os inscritos passarão por processo de classificação e ranqueamento baseado nas condições de vulnerabilidade socioeconômica extraídas do formulário eletrônico de pré-inscrição. Após o resultado e havendo empate entre os participantes, haverá um sorteio eletrônico para o preenchimento das vagas.



Source link