Homem suspeito de matar e enterrar o corpo de ex-companheira no quintal de casa é preso


Um trabalho ininterrupto da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) culminou na prisão em flagrante de um homem de 26 anos, suspeito de matar e ocultar o corpo da ex-companheira. A captura ocorreu, nessa quarta-feira (10), após diligências de policiais civis da Delegacia Regional de Baturité. O corpo da vítima, que estava desaparecida desde o último dia 29 de outubro, foi localizado enterrado no quintal da casa onde o homem residia, no município de Pacatuba – Área Integrada de Segurança 24 (AIS 24) do Estado.

Os detalhes do trabalho policial foram divulgados, nesta sexta-feira (12), na sede da Superintendência da Polícia Civil, no Centro de Fortaleza (AIS 4). As investigações acerca do desaparecimento da vítima de 23 anos iniciaram após um Boletim de Ocorrência (BO) ser registrado, no último dia 29 de outubro, na sede da 12º Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). Conforme apuração da 12º Delegacia do DHPP, a mulher foi vista pela última vez no bairro Planalto Pici, quando saiu de casa e se dirigiu ao município de Baturité (AIS 15).

Durante o translado, a vítima teria solicitado uma corrida por aplicativo para ir até um imóvel localizado na cidade de Pacatuba (AIS 24), onde o ex-companheiro residia. De posse das informações necessárias, equipes da Delegacia Regional de Baturité se deslocaram até o endereço indicado. Na casa, o suspeito foi localizado e, inicialmente, informou aos policiais que não mantinha mais nenhum relacionamento com a vítima.

Após buscas na residência, um corpo foi localizado enterrado no quintal do local. Diante do flagrante, o homem foi conduzido para a sede do DHPP, onde foi autuado em flagrante por ocultação de cadáver. Já o corpo, do sexo feminino, foi encontrado e encaminhado para a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). O inquérito policial instaurado foi transferido para a Delegacia Metropolitana de Pacatuba, unidade que segue com as diligências finais para concluir o inquérito de feminicídio.

Denúncias

A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As denúncias podem ser feitas pelo telefone (85) 3101-3350, da Delegacia Metropolitana de Pacatuba. As denúncias também podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), ou para o (85) 3101-0181, que é o número de WhatsApp, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. O sigilo e o anonimato são garantidos.



Source link