Aterro Sanitário de Brasília está pronto para entrar em operação

0
215
Aterro Sanitário de Brasília já pode entrar em funcionamento. Foto: Dênio Simões/Agência Brasília

O Serviço de Limpeza Urbana (SLU) recebeu do Instituto Brasília Ambiental (Ibram) a licença de operação para o Aterro Sanitário de Brasília, que fica entre Samambaia e Ceilândia (DF-180). O documento tem validade de cinco anos.
A diretora-presidente do SLU, Kátia Campos, explica a importância dessa licença: “Ela indica que todas as condições ambientais previstas foram cumpridas e que o aterro está preparado para receber os rejeitos do tratamento dos resíduos”. Inicialmente, serão depositadas no local cerca de 900 toneladas por dia de rejeitos.
Nos próximos dias, a permissão deve ser publicada no Diário Oficial do DF e em periódico de grande circulação, para dar publicidade ao fato. “Licenciar o aterro é contribuir diretamente para que a destinação de resíduos ocorra de maneira correta”, avalia a presidente do Ibram, Jane Vilas Bôas.
O aterro terá 760 mil metros quadrados — dos quais 320 mil destinados a receber rejeitos (materiais não reutilizáveis) — e será construído em quatro etapas. A primeira tem 110 mil metros quadrados, divididos em quatro células de aterramento. A conclusão de apenas uma célula é suficiente para ativar o aterro.

A parte operacional da etapa 1 está pronta. “Estamos agora fazendo alguns acabamentos internos nas edificações”, detalha Kátia Campos. “A prioridade agora é a bolsa para os catadores [que forem selecionados para ser agentes de cidadania ambiental], e, passada essa etapa, devemos iniciar a operação do aterro já em janeiro”, adianta a diretora-presidente do SLU.

Fonte: Agência Brasília
Atualização : Edvaldo Campos