Dono de padaria é denunciado após morte de empregado em Brazlândia

0
53

A Promotoria de Justiça de Brazlândia denunciou, nesta sexta-feira (24), o proprietário de uma padaria, localizada no Setor Sul da cidade, por homicídio culposo por omissão. Um funcionário do estabelecimento sofreu choque elétrico fatal em 2016, em decorrência da falta de cuidados necessários em relação às instalações elétricas do local.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, houve negligência do proprietário, que teria deixado de providenciar a segurança necessária ao funcionamento das instalações elétricas, bem como deixado de fornecer equipamentos adequados para a execução da limpeza.

Saiba mais

  • A Promotoria de Justiça lembra a importância de agentes públicos, empresários e mesmo particulares em geral verificarem periodicamente as instalações elétricas dos imóveis sob sua responsabilidade. Em caso de dano a terceiros, caso se verifique manifesta omissão nos cuidados mínimos, pode haver a responsabilização penal e civil do responsável.

Entenda o caso

Na tarde de 5 de fevereiro de 2016, Pedro Pereira de Souza, de 50 anos, fazia faxina com água na padaria. Ele estava descalço, e encostou na carcaça metálica de um forno, que estava energizada. Souza sofreu um choque elétrico que causou a sua morte imediata no interior do estabelecimento.

O laudo pericial constatou que um cabo de vassoura segurava os fios elétricos que ligavam os fios da saída da parede aos cabos de uma batedeira, sem sequer uma tomada ou qualquer tipo de isolamento adequado. Em outro improviso, os fios de eletricidade da saída da parede estavam diretamente ligados aos cabos do forno de panificação, também sem uma tomada ou isolamento. Parte do revestimento das faces laterais do forno estavam desprendidas, apresentando material enferrujado. Para piorar a situação, no local havia acúmulo de água no piso.