MPF denuncia 11 ex-deputados de Brasília em farra das passagens aéreas

0
89

Ministério Público Federal (MPF) denunciou 11 ex-deputados federais do DF por uso indevido das cotas parlamentares para pagar passagens aéreas. Entre eles, estão Tadeu Filippelli — assessor especial do presidente Michel Temer —, o ex-governador Agnelo Queiroz e o ex-candidato ao GDF Jofran Frejat.

Também compõem a lista Sigmaringa Seixas, Bispo Rodovalho, Geraldo Magela, José Edmar, Maninha, Osório Adriano, Ricardo Quirino e Jorge Pinheiro. Todos são acusados de usar dinheiro público para bancar viagens de parentes, amigos e até desconhecidos no escândalo conhecido como “farra das passagens”.

As investigações do MPF apuraram os gastos com deslocamentos aéreos de janeiro de 2007 a fevereiro de 2009. No total, esses ex-parlamentares gastaram R$ 229.215,14.
O campeão entre os políticos do DF foi Jofran Frejat, que, segundo o MPF, torrou R$ 53.317,98 em 37 passagens bancadas pela Câmara dos Deputados. Na sequência, aparecem Bispo Rodovalho, com R$ 46.310,78 usados para comprar 86 bilhetes; e Tadeu Filippelli, que pediu ressarcimento de R$ 38.495,28 por 56 trechos.

Fonte: metrópoles