Cras Sol Nascente expande assistência social na região de Ceilândia – Agência Brasília

0
54


Em mais um reforço à rede de proteção ao cidadão articulada pelo Governo do Distrito Federal (GDF), foi inaugurado neste sábado (7) o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Sol Nascente. A unidade é a primeira de atendimento socioassistencial lançada no DF desde 2014.

Durante a cerimônia de inauguração, o governador Ibaneis Rocha lembrou: “Um governo não se faz só com obras, mas cuidando de gente, dos menos favorecidos, que são os quem mais precisam” | Fotos: Renato Alves/Agência Brasília

Acompanhado pela secretária de Desenvolvimento Social, Mayara Noronha Rocha, o governador Ibaneis Rocha participou da abertura do centro, que passa a atender 5 mil famílias da região a partir desta segunda-feira (9).

Localizado no Céu das Artes, na QNR 2, o Cras chega para complementar o serviço de capacitação de jovens Passaporte para o Futuro, programa da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejus).

A instalação de equipamentos públicos no Sol Nascente/Pôr do Sol – como o Cras – é um compromisso feito pelo governador Ibaneis Rocha, em 2019, quando foi oficializada a criação da região administrativa. “Um governo não se faz só com obras, mas cuidando de gente, dos menos favorecidos, que são os que mais precisam”, ressaltou o governador.

Referência

“Somos a porta de entrada do governo para a população que vive em situação de vulnerabilidade” Mayara Noronha Rocha, secretária de Desenvolvimento Social

Com cerca de 88 mil habitantes – segundo levantamento da Companhia de Planejamento (Codeplan) de 2019 –, a região do Sol Nascente/Pôr do Sol encaminhava suas demandas socioassistenciais para as unidades do Cras de Ceilândia, o que vinha sobrecarregando o atendimento.

A nova unidade vai ser referência no atendimento assistencial às famílias residentes nas quadras ímpares QNP (P Norte), QNO (16 a 18 e Expansão), QNQ, QNR, CNR e no Trecho 3 do Sol Nascente/Pôr do Sol.

A secretária de Desenvolvimento Social lembra que o Cras serve não só para atender as pessoas por meio dos programas assistenciais, mas também para encaminhá-las a outras pastas, como as de Saúde e Trabalho, ampliando o alcance do atendimento público. “Somos a porta de entrada do governo para a população que vive em situação de vulnerabilidade”, enfatizou.

“A função do governo é facilitar o acesso da população aos serviços públicos de qualidade, e essa é a nossa função na junção de esforços” Marcela Passamani, secretária de Justiça e Cidadania

Entre os serviços prestados pelo novo Cras está o Programa de Atenção Integral à Família (Paif). A iniciativa trata o núcleo familiar como um todo, buscando as suas potencialidades e promovendo orientações dentro das vulnerabilidades.

No local, o cidadão também poderá preencher e atualizar seu Cadastro Único, após agendamento prévio pelo telefone 156 ou pelo site da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes). Além disso, consegue solicitar benefícios, seguindo a mesma lógica de agendamento. “A função do governo é facilitar o acesso da população aos serviços públicos de qualidade, e essa é a nossa função aqui na junção de esforços”, afirmou a secretária de Justiça e Cidadania, Marcela Passamani.

Rede

O Cras Sol Nascente vai contar com três agentes sociais, um psicólogo, dois assistentes sociais, três educadores sociais, um técnico administrativo e uma gerente. A equipe é formada por aprovados em concurso público e servidores realocados de outros setores.

Em 2020, o Cras Samambaia Expansão retomou o funcionamento com uma ação conjunta de vários órgãos do governo. O espaço esteve fechado por questões de segurança. A volta do atendimento favoreceu a aproximação com a comunidade.

 

Galeria de Fotos

Inauguração do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) do Sol Nascente/Pôr do So



Source link