Área central de Brasília permanece monitorada – Agência Brasília

0
54


A Secretaria de Segurança Pública (SSP/DF) e as forças de segurança do Distrito Federal permanecem monitorando toda a região central de Brasília, por meio do Centro Integrado de Operações de Brasília (Ciob) e equipes em campo, a fim de garantir a segurança de todos que circulam na região.

O policiamento na Esplanada está reforçado desde domingo (5), quando as vias N1 e S1 foram interditadas devido ao grande fluxo de pessoas na região

Na tarde desta quarta-feira (8), a SSP/DF e as forças de segurança iniciaram negociação para a retirada das estruturas e dos veículos da Esplanada dos Ministérios, conforme previsto nos protocolos utilizados para manifestações em atos populares. A previsão é que a retirada comece ainda hoje.

De acordo com a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), a corporação foi acionada na manhã de hoje (8) para averiguar a situação envolvendo jornalistas e manifestantes na entrada do Ministério da Saúde. A situação foi resolvida com a chegada dos militares e, de acordo com a corporação, não houve invasão do prédio público.

A SSP destaca, ainda, que o policiamento na Esplanada está reforçado desde o último domingo (5), quando as vias N1 e S1 foram interditadas devido ao grande fluxo de pessoas que chegavam à região. O acesso à Praça dos Três Poderes segue restrito. Quem acessar o local, isoladamente, será orientado pelo policiamento a sair.

Sob a coordenação de SSP/DF, as forças de segurança estão atuando no local para garantir a segurança de manifestantes, trabalhadores e população em geral.

As vias N1 e S1 permanecem interditadas nesta quinta-feira (9), entre a Catedral e o 1º Grupamento de Bombeiro Militar (1º GBM). A liberação ocorrerá após avaliação do cenário por parte das autoridades de trânsito. As alternativas são as vias S2 e N2.

Manifestações pacíficas

Importante ressaltar que as manifestações ocorridas nesta terça-feira (7), tanto na Esplanada dos Ministérios quanto nas imediações da Torre de TV, terminaram sem nenhuma intercorrência grave. Sob a coordenação da SSP/DF, as forças de segurança locais atuaram de forma integrada e seguindo protocolo elaborado previamente, com base em levantamentos de inteligência e pactuado entre o governo e organizadores dos eventos.

*Com informações da SSP-DF



Source link