Em menos de 24 horas, PM é acionada 147 vezes para ocorrência de violência doméstica

0
71

Um dado alarmante divulgado pela Polícia Militar nesta segunda-feira (10) chamou a atenção para a violência doméstica. Somente nesse domingo (9), a corporação foi acionada 147 vezes para mediar conflitos entre casais em diversas regiões do Distrito Federal. Entre os casos, cinco agressores foram presos em flagrante.
É impressionante como esse tipo penal aumenta aos finais de semana e após o quinto dia útil, quando as empresas efetuam o pagamento. Normalmente está ligado a algum tipo de droga, lícita ou ilícita.

Paranoá

Por volta das 6h20, um homem de 31 anos foi preso após ameaçar a esposa utilizando uma faca e agredir a sobrinha de 17 anos, que entrou na briga para defender a tia. De acordo com a Polícia Militar, o agressor já tinha passagem pela Lei Maria da Penha.

Estrutural

Pouco depois, por volta das 6h50, um homem de 22 anos agrediu a companheira, de 33, e foi preso. O rapaz já tinha passagens pela polícia. Por volta das 8h40, o terceiro criminoso foi preso em flagrante após ameaçar matar a esposa e a sogra. Segundo a PM, ele portava uma faca.

Ceilândia

A Polícia Militar prendeu o quarto agressor por volta das 17h30. Ele ameaçou a esposa, de 22 anos, com uma faca. A mulher conseguiu fugir do homem, se trancar em casa e acionar a corporação. Os policiais chegaram ao local e realizaram a prisão em flagrante. Assim como os demais agressores, o rapaz de 21 anos tinha passagem pela Lei Maria da Penha.

Sobradinho

Já no fim do dia, por volta das 22h45, o quinto agressor, de 27 anos, foi preso no Assentamento Doroty. De acordo com a Polícia Militar, ele ameaçou e agrediu a esposa com um facão. A mulher apresentava ferimentos nas penas e nos braços. A corporação ainda informou que o homem batia com o facão na vítima e dizia que, se fosse preso, a mataria. Ele também já tinha passagens pela Lei Maria da Penha.

Com informações do site  Jornal de Brasília