Adolescente é proibido de frequentar aulas por raspar a cabeça em prol de instituição de combate ao câncer

0
55

Um adolescente foi proibido de assistir às aulas de sua escola após raspar seus cabelos cacheados em prol de uma instituição de caridade voltada para o combate ao câncer.

Taylor James, de 15 anos, ouviu que sua cabeça raspada constituía um “corte de cabelo extremo” quando voltou à escola após o feriado de Páscoa.

O adolescente, que frequenta a Launceston College na Cornualha, Inglaterra, está recebendo “aulas especializadas individuais” por quatro dias, até que os cabelos cresçam novamente.

A mãe de Taylor, Lesley, criticou a escola por punir seu filho quando ele estava apenas tentando arrecadar dinheiro para a instituição Cancer Research UK, após um amigo ter sido diagnosticado com câncer terminal.

Ela disse: “Todo lugar tem regras, mas eu acho que nestas circunstâncias eles poderiam ter aberto uma exceção.”